Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCADA DA VIDA

Subo ao alto dos 56 andares.
20440 degraus desgastados.
Pela guerra, ditadura, hipocrisia,
Prepotência, fanatismo, fundamentalismo.
Sinto-me cego sem bengala
Na escadaria da vida.
Apesar de estar cansado,
Este mundo passa ao lado.
Subo os degraus dois a dois,
A força não me abandona.
O nascer da aurora traz-me alegria,
Afasta-me da demagogia,
Para mais alto subir.
Os andares, os degraus, a vida,
O caminho pela estrada do destino,
Pintaram-me de branco a cabeça.
O corpo está diferente
A alma continua pura,
O coração inocente.
                                                                       
Carlos Cardoso Luis
Enviado por Carlos Cardoso Luis em 07/07/2006
Reeditado em 11/07/2010
Código do texto: T189548
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Cardoso Luis
Portugal, 70 anos
44 textos (1228 leituras)
1 áudios (71 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:46)
Carlos Cardoso Luis