Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lágrimas do Outono

O cair das folhas em todo outono,
são eternas lágrimas do abandono,
e tão devagar se encaminham ao solo,
que não quebra o silêncio do cair da noite.

O chão recoberto com intensa folhagem,
se nutre de vida e espera a passagem,
de mares revoltos em tempos tão frios,
onde os versos são pobres e os amores sombrios,
paisagem deserta de um imenso vazio.

Enquanto os amores passeiam dispersos,
as folhas percorrem caminhos diversos,
insistem e procuram outras estradas,
se lançam ao vento sem medo de nada,
e anseiam por um tempo de flores e fadas.

Assim como as folhas um dia caíram,
e derramaram na terra um mar de tristeza,
as flores retornam com suave firmeza,
colorindo e aquecendo os corpos e mesas,
com a esperança do amor nossa eterna riqueza.
Rogério Guasti
Enviado por Rogério Guasti em 17/09/2006
Código do texto: T242294

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site www.recantodasletras.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rogério Guasti
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 36 anos
333 textos (32459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:22)
Rogério Guasti