Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

poema para a noite de número 9

um grito sozinho
enovela
outros gritos sozinhos e vela
que em gritos se gritam
sozinhos, novelos
de vozes
na noite o coral
de um só grito sozinho

enovela
outros gritos sozinhos
na noite
e se entoa
sozinho
no mundo a canção que enovela
um exército
e nasce
da flor e faz vida
a canção de um só grito
sozinho
na noite sozinho
um só grito

e a

oração
na noite entoando
sozinho um só grito
a união.

fiz eu versos com preces caídas
quando os anjos torciam-se em dor
e a matéria do canto banido
no livro escrevia
em sussurro orações.

mas das rimas colhidas da terra
dos campos do verde e da flor,
fiz eu música ao toque
dos dedos
arando a carícia
ne abraços de fé.
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 19/09/2006
Reeditado em 19/09/2006
Código do texto: T243686
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
288 textos (45252 leituras)
17 áudios (889 audições)
14 e-livros (768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:08)
andré boniatti