Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trajetória

Vem deslizando cristalinamente
pela funda grota
o rio de meus amores
enquanto suas águas amarrotas
vem rolando ,arrancando flores

Deixa para tras tua nascente
engole seco pedras e cascalhos
e quando vai deslizando loucamente
relembra a relva molhada de orvalho

passa por vilarejos onde usam ,
e abusam suas águas.
que enfim tôrvas e tristes
amargamente ,se aproxima do mar
já morno e calmo.
pois já perdera até mesmo a corrente

1988/Lucina Maria Duarte
Lucina Duarte
Enviado por Lucina Duarte em 07/10/2006
Código do texto: T258662
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lucina Duarte
São Gonçalo do Rio Abaixo - Minas Gerais - Brasil
136 textos (7237 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:31)
Lucina Duarte