Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje é assim

Aprendi a gostar do medo
Porque sempre tive medo do escuro
Mas vivo nele.

Descobri que não
Importa o que eu faça
Sempre,
Depois de um tempo,
Apagarão a luz e fecharão a porta

Acostumei a viver assim:
Sem amor pra receber
Sem amor pra dar

Com medo de tudo
Sobretudo da solidão
Esta que tenho como amiga

A morte,
Depois de um tempo,
Já não parece mal

Vivi metade da minha vida
Esperando a tristeza
Vivi a outra metade
Convivendo com ela

Não se zangue!
Oh não!
A vida é ruim mesmo
Bom é sair daqui!

Carolina Felício
Enviado por Carolina Felício em 24/08/2007
Código do texto: T622168
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carolina Felício
Guarapuava - Paraná - Brasil
11 textos (969 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 03:18)
Carolina Felício