Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O LUAR

Meus olhos fitam a lua.
Que no firmamento desliza mansa.
Recordo meus tempos de criança.
Na soleira eu sonhava.
Deus, eu voava!
Sempre voei.
Outros mundos alcancei.
O luar banhava o pátio.
Banhava tudo.
As folhas das bananeiras.
Das pereiras, das laranjeiras.
Banhava o jardim das sombras.
As frondosas árvores.
Os ranchos, o celeiro.
Banhava o nosso sítio inteiro.
Meu olhar se entendia.
A nossa propriedade em prata ele via.
E mais ainda se estendia.
Para o que o coração sentia.
Para regiões que só através de outros sentidos eu conhecia.
Sentia no peito uma alegria.
Tão pouco me satisfazia.
Um luar que tudo enriquecia.
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 17/10/2007
Reeditado em 10/04/2011
Código do texto: T697759

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4687 textos (80886 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:54)
SONIA DELSIN