Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quarta feira ao sol

há dias
o sol não dava as caras
ele, se sentia mal
sentia seu corpo frio
e umido

nos primeiros dias
ficou animado com a chuva
saiu caminhando à noite
sentiu as gotas
baterem no seu rosto
caminhou muito tempo a esmo
caminhava e falava,
aos berros
sempre achou ser meio louca
essa mania de falar sozinho.
sentia prazer em sentir
as gotas escotendo pelo nariz
sorriu

agora como um marido
que enjoou de comer
arroz e feijão
sentia repulsa
tanta umidade

----

hoje o sol saiu
é uma quarta feira
à sete dias
não ficava sobrio
mas hoje não,
hoje o sol saiu
ele se sentou num banco da praça
acendeu um cigarro
e fumou vagarosamente
saboreando a fumaça

ele sempre foi da noite
sempre dormia durante o dia
sentiu a alegria de uma nova
sensação

se levantou
estava suado

pensou:
- Deus, porque não
chove logo!
Eugênio Neto
Enviado por Eugênio Neto em 15/12/2005
Código do texto: T86247
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eugênio Neto
Goiânia - Goiás - Brasil, 31 anos
3 textos (107 leituras)
1 e-livros (49 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:13)
Eugênio Neto