Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A dama que cheira mal

Eu durmo com a vida
e quando acordo de manhã
a vejo como
uma puta que acorda
sem maquiagem, sem mascaras
com seu nome-de-guerra
"Xaiane"
sem a proteção do cafetão
sinto nausias
sinto dor de barriga
então
eu me levanto
tomo meu banho
dou uma cagada
e volto à ela,
com meu kit-engana-trouxa
depois

saio de mãos dadas
com uma puta
em um belo vestido
e com ar de nobreza
e assim posso exibi-la
como uma senhora honrada
mais

o cheio de bucet* mal lavada
nunca acaba.
Eugênio Neto
Enviado por Eugênio Neto em 15/12/2005
Código do texto: T86297
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eugênio Neto
Goiânia - Goiás - Brasil, 31 anos
3 textos (107 leituras)
1 e-livros (49 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:41)
Eugênio Neto