Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Calmaria solitária do mar

Sereno sorriso que pelo oceano vai se perder.
Meu coração, tão grande, deságua no mar.
Tristeza incontrolável das ondas a sofrer
que vem e vão num sincronismo perfeito
e a solidão das águas, um fútil defeito
que um vasto silêncio vem acompanhar.
O que foi feito da lua
que iluminava a noite na singela harmonia
e em seus mistérios, singular fantasia?
Sinceros apelos por um ombro amigo...
só você, meu querido amor,
com tais gritos de dor
limita-se a prestar
a devida atenção à noite
e a calmaria solitária do mar.
RTP
Enviado por RTP em 10/01/2006
Reeditado em 10/01/2006
Código do texto: T96931
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RTP
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 34 anos
10 textos (606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:08)
RTP