Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA DOCE MAMÃE...

Sonhei que tu eras bailarina,
Vestidinho cor de rosa,
Brilhante pela purpurina,
Bailava, na ponta do pé, graciosa.
 
Espetáculo final: esplendorosa pirueta no ar,
Tua sainha rendada rodopiou,
Aterrissagem perfeita, platéia toda a te aclamar,
Tua beleza, o sorriso no teu rosto maquiado, me emocionou.
 
Fecharam-se as cortinas lentamente,
Para meu desespero, tua solitária figura sumia,
Ansiei, em vão, o balé durar eternamente,
O raio de luz cessou-se, era tudo que temia.
 
Na minha realidade, afogo-me diariamente na solidão,
Na distância que nos separa, ao forçosamente navegar,
Naufragam as minhas emoções, o meu coração,
Completamente perdido na imensidão do mar.
 
Nesta memorável data comemorativa,
Montei em meu quarto, envolto por rosas, um altar,
Baila entristecida em minha face, uma lágrima emotiva,
Ao com amor, uma oferenda, te dedicar.
jôo
Enviado por jôo em 26/10/2006
Código do texto: T274491
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jôo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
9 textos (430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:19)
jôo