Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Menino Guerreiro



Menino que já nasceste guerreiro
Nunca tiveste de pai, um carinho
Tiveste que procurar teu caminho
Sempre buscando ser o primeiro.

Em busca da diária sobrevivência,
Lutando com bravura e galhardia,
Lágrimas ocultas, aparente alegria,
Espírito livre não deve obediência.

Pois que mesmo entre os teus iguais
Tua garra feroz te destaca dos demais
Tua doçura que conquista e não erra..

No entanto escondes tua arma secreta
Se te encurralam, nem dás um alerta,
E arrancas veloz para mais uma guerra.


 

Fada das Letras
Enviado por Fada das Letras em 12/10/2005
Código do texto: T59151

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fada das Letras
Almeirim - Santarém - Portugal, 60 anos
243 textos (32141 leituras)
3 áudios (178 audições)
5 e-livros (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:40)
Fada das Letras