Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 



img137/4508/bruxas1yv6.png


As Bruxas estão soltas no Brasil

Procurando um Bruxo para amar

Um Príncipe Encantado

Que lhe ensine o pecado

Bom de se apaixonar!

 

 As Bruxas estão soltas por aqui

Nas cidades, nos Recantos e acolá.

E, de mãos dadas com o Diabo

Com chifres grandes e o rabo

Que isso faltando, não dá!

 

Salve as Bruxas boazinhas!

E abaixo as Bruxas más!

Que venham as fadas madrinhas

Trazer doces e balinhas

De mel, p’ra vida adoçar!

Eu sou uma Bruxa boa

Que gosta de ter amigos.

Se escrevo, não é à toa,

Pois quem amizade me doa

Recebe em dobro comigo!

E, se me pega o” Halloween”

Deus, o que será de mim?

Só mesmo a reza forte

Me livrará dessa sorte

De nunca ser má assim!
(Milla)
img114/3307/vassouraesquerdawz2.png


Salve bruxa boazinha
 Que vim pra sua festinha
 Na magia de versar...
Sou Aninha, a fadinha
 Usando a minha varinha
 Magia começo já!
(Ana Maria Gazzaneo)
 

Cum u'a bruxa déça daí
eu ia inté pru japão
muntava quéla in sua vaçôra
sem medo di caí nu xão.
Infelismenti sô um bruxo
Qui num sei infeitiçá
Num min dô pur te êçi luxu
Das puetiza incantá.
Mai eu sigu u meu camin
Mermu sem infeitiçá
Tratanu elas cun carin
Para eu não li maxucá.

(Airam  Ribeiro)



Se a bruxa fô munto boa
É nos dois sintido que fálo
Nóis isqueçe logo de tudo
E entra logo nos imbalo
***
Sô um bruxo disastrádo...
Eu quiria mandá muntos bêjos
Máiz devido à Mira Ira
Fôi um mônti de percevêjos.

(Pedrinho Goltara)


Se és bruxa má, eu não sei, 
porém és tão bonitinha... 
Tuas trovas eu amei. 
Se aceitar, te mando a minha!
(HelenaLuna)


As bruxas são gente boa,
que conhecem o poder...
Sobre uma vassoura voa
buscando seu bem querer.
(Zélia Nicolodi)



Ser bruxa e ser boazinha
É dificil acreditar
Igual à bruxa na cozinha
Que prepara o jantar
E ainda beija a boca 
do marido ao chegar!
(Claraluna)



E ainda beija a boca 
do marido ao chegar
dando um enfeitiçado beijo
fazendo o fogo alastrar
esquentando o caldeirão do desejo!
(Cássia Dias)


As bruxas não se revelam
Nem as boas
Nem as más
Apenas não se nivelam
Com pessoas de índoles anormais
(Vanuza)


Oba,aqui cheguei de vassoura de capim
pois você me conhece inteirinha
e vou deixar neste halloween
algo de amor sem fim!
(A Flor Enigmática)



As bruxas aqui estão soltas, 
doidas para enfeitiçar; 
enfeitiçam com carinho, 
os poetas que encontrar.
Eu queria ser uma bruxa 
pra fazer um encantamento:
transformar um Boto em Mula 
e um Baianu num jumento.

(Mira Ira)


Eu não vou ficar de fora
 Dessa tua bruxaria 
Por isso cheguei agora 
Com a minha poesia. 
És mesmo uma bruxa boa, 
Amiga sempre sincera, 
Que cantos de amor entoa 
E nos versos se esmera.
(Mário Roberto Guimarães)


Aqui em seu cantinho
Sou uma bruxinha
louca pra me soltar. 
Nessa ciranda da Milla
Quero ganhar um lugar.
(Tuela Lima)

 

Eu também sou uma bruxa
as vezes boa..as vezes má
voando em minha vassoura
bruxarias vivo a praticar...
(Cleia)



Abracadabra !
Que as forças do universo 
conspirem a favor de cada um 
até o fim hoje e sempre seja assim
que todo dia seja halloween!
(Ilze Soares)


Vesti-me de bruxa brasileira aqui do norte
Pintei-me e sai para o "trick-or-treating".
Pensava eu conseguir um bruxo enxuto,
Que nada! Voltei para casa triste.
(Mariza Brazil)

 
Bruxas(os), de vassouras elétricas
 Celulares, micros, mp3
 Criaturas estratosféricas 
Eu, eles, vocês.
(José Romeu)

 

As bruxas estão pairando
Alegres aqui no Recanto?
Sejam bruxas ou feiticeiras
Que voem à sua maneira.
(Leila Lage)




Milla nesta tua festinha
Onde poetas ilustres convida
Sou mais uma bruxinha
Meu nome é Rosita. 
Sou uma bruxa boazinha
Trago papel, caneta e emoção
Para escrever uma trovinha
Como ingrediente deste "caldeirão". 
(Rosita)









 

 

 


 



img229/8435/atagbruxacomfraseho9.png








 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                    

 

 

 

 

 

Milla Pereira
Enviado por Milla Pereira em 31/10/2007
Reeditado em 03/11/2007
Código do texto: T717749

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Milla Pereira (http://www.millapereira.prosaeverso.net/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Milla Pereira
São Paulo - São Paulo - Brasil
2952 textos (492522 leituras)
42 áudios (7879 audições)
14 e-livros (6401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 02:59)
Milla Pereira