Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nossa casinha!

A rua não precisou ser tranquila
Muito menos sem saída
Não tem nada pintado de rosa.
Pelo contrário, o banheiro é azul.
A cama ainda não temos
Quem sabe com a vontade fazermos amor ela se materialize
Ainda não se sabe sa a roupa seca em dia de chuva
Mas pelo menos a cordinha do varal será nossa
Não quero animais de estimação
No máximo um peixe...se ele prometer não reclamar!
Quero um puff na sala
Almofadas coloridas no escritório
Muitos travesseiros
E um edredon bem fofo
Tupo por um amor aconchegante
Quero sininho na porta pra avisar que meu anjo chegou
Coisas da feirinha pra enfeitar a porta da geladeira
E um fogão pra cozinhar delicias para uma delicia
Colocará cor em sua alma e sua alma num quadro
As paredes serão presenteadas e tudo ficará tão lindo quanto você
Não é nosso de verdade, mas as manhãs de domingo serão
Os sonhos são tantos para um contrato de 12 meses ou mesmo 30.
Por gostarmos da cor prata do seu carro, a garagem é coberta!
Confesso que o terceiro andar estava bom, mas o primeiro é muito melhor (as comidas congeladas agradecem).
E digo, não tem nada de perfeito, mas tudo bem nós também não somos e ainda assim nos amamos.
Comemoramos a nossa primeira (de muitas) casinha
Que é muito, mas muito mais que um simples teto
É a esperança de dias melhores, de paz, amor e harmonia.
Doxe
Enviado por Doxe em 20/11/2005
Reeditado em 30/11/2005
Código do texto: T73897
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Doxe
São Paulo - São Paulo - Brasil
12 textos (1693 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:08)