Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRIVILÉGIO

14/03/2005

Tive o privilégio de renascer em minha própria vida
e posso sentir e perceber todo o bem que no meu caminho tenho a fazer.

Neste tempo que ainda me resta e em plena consciência,
recebo este presente e consigo ver agora o quanto minha alma se aprimora.

Recebi uma dádiva, a de poder me encontrar,de ver a vida sob outro ângulo, muito mais pura, muito mais bela que um simples encanto.

Vejo a realidade com todo o seu fulgor e não mais aquela
que eu queria e insistia em delinear, a meu favor.

Deixo o rio correr no seu lugar, não desvio a rota só para apressar.

Percebo que o vento sopra de mansinho, outras vezes de rojão e que isto
depende das circunstâncias e que se pode sentir de antemão.

Olho para o sol nascendo e sei que ele vai se pôr, mas,
que no dia seguinte voltará com muito calor.

Sinto a tempestade louca, insana a despencar e também sei
que em pouco tempo ela vai se acalmar.

Levo em meu coração a alegria do amor, e só o que
pretendo é entender sempre, qualquer dor.

Acompanho a brisa em cada despertar e coloco meu desejo de
vida em sua garupa leve a galopar.

Me banho na água da chuva com prazer e sinto a esperança
a renovar constantemente todo meu ser.

O que faço hoje é um ritual de amor, carinho e  paz.

O que eu desejo mesmo, o que eu quero fixar em meu olhar é
que nunca mais vou deixar de amar.

 



 

SOL Marcia Lobato
Enviado por SOL Marcia Lobato em 25/04/2005
Código do texto: T13055
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SOL Marcia Lobato
Curitiba - Paraná - Brasil, 65 anos
5 textos (432 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:11)
SOL Marcia Lobato