Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fênix Sob o Céu Azul

Queimaram meu corpo
Aprisionaram meu coração
Venderam meu espírito
A fim de comprar minha felicidade

O corpo virou cinzas
O coração esqueceu-se da luz
O espírito virou cifrão
Mas não comprou o que não tem preço

 Só que ainda tenho muitas lágrimas para chorar
E muitos horizontes para percorrer
Garras para arranhar,sangue para pintar
O muro que quer me prender

Sei que não há mal eterno
E que posso continuar
Mesmo com o ônus do mundo nas asas
E o peso da mão da injustiça me empurrando para baixo

Porque meu corpo nasce das cinzas
Meu coração faz das trevas luz
Meu espírito assina alforria
A minha felicidade só precisa do céu




Jorge Desosy
Enviado por Jorge Desosy em 21/09/2006
Reeditado em 21/09/2006
Código do texto: T245346
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Desosy
Mendes - Rio de Janeiro - Brasil, 32 anos
41 textos (1123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:10)
Jorge Desosy