Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A GAIOLA

- Olá! Sabe de uma coisa?
Adoro o canto dos pássaros,
Acordo com eles todos os dias.
Comprei uma gaiola linda!
Coisa artesanal muito bem trabalhada.
Vou coloca-la na varanda...

- Haãn!?!?! Para prender pássaros?
Não, não... que nada!
É só para eu olhar ela vazia,
E lembrar de não prender a poesia.
Ela é como o pássaro;
Nunca prenda a bichinha!
Deixa-a voar,
Deixa-a ir onde quiser,
Deixa-a cantar,
Livre, bem liberta,
Soltinha se mostrar...
Se Alguém por ela se encantar,
Aí sim, pode prendê-la,
Mas só se for no coração,
E vou logo avisando:
Para lá ela ficar,
Uma outra poesia,
Alguém vai ter que liberar!

Que serventia tem essa gaiola, então ?
Eu explico: é que liberdade a gente só dá valor
Quando vê uma prisão.


Goiás Velho, 23/11/2006
Divina Reis Jatobá
Enviado por Divina Reis Jatobá em 26/11/2006
Reeditado em 07/07/2008
Código do texto: T301519

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divina Reis Jatobá
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 55 anos
289 textos (39970 leituras)
6 áudios (1218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:27)
Divina Reis Jatobá