Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia ALEGRE, PARA VARIAR
Juliana Valis




Um dia me perguntaram, assim:

Por que escrever só sobre tristeza ?

Em resposta, do começo ao fim,

Fiz alguns versos, em correnteza,

Na sutileza que paira muito além de mim...



E se no mundo há tão pouca alegria,

Talvez devêssemos criá-la, louca, em poesia,

Nos devaneios além da cada insano dia,

Sem freios, na luz sublime que nos contagia !



Pois o artista da vida transforma sonhos sós

Em paisagens de esperanças eternas,

Como crianças que ainda vivem aqui, em nós,

Brincando nas danças mais fraternas

De uma euforia ingênua, além do mundo atroz,

No profundo sonho nas emoções - cavernas...



E, se no mundo, tanta dor existe,

É melhor, agora, ver e superar

Cada aurora que te faça triste,

Mas o difícil é aprender a rir pra não chorar... 




Ah, quem és tu, verdadeira felicidade ?

Quão faceira é a incongruência desse dia !

E o coração se perde em cada céu que invade

Essa humanidade que clama: -  alegria !




Ah, mar de sonhos no possível dia,

Se a vida naufragar em versos sempre sós,

Nesses universos de lídima alegria,

Poderemos vislumbrar veracidade em nós,

Pela felicidade, ao menos, numa poesia

Que nos contagia, além do mundo atroz !

---

Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 05/09/2007
Reeditado em 05/09/2007
Código do texto: T640325

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3973 textos (881705 leituras)
4 e-livros (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 16:10)
Juliana Silva Valis