Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCREVO

A TANTO NÃO CONSEGUIA ESCREVER UMA LINHA SEQUER
IMAGINEI JAMAIS ESCREVER
MAIS ESCREVER É COMO VINHO...
SE APRIMORA A CADA DIA
É QUE AS VEZES DEDOS CANSADOS
NECESSITAM FICAR PARADOS
PARA APURAR AS PALAVRAS
QUE IRRESPONSÁVELMENTE
LANÇARÁ SOBRE O BRANCO DO PAPEL
ESCREVO TRISTEZAS E ALEGRIAS
NO PASSADO TANTAS FORAM AS LAGRIMAS
QUE MARCARAM PROFUNDO, A ESCRITA DESTE NOBRE ESCRITOR
PORÉM, DAS LÁGRIMAS DE OUTRORA
SÓ FICARAM MESMO AS MEMÓRIAS...
PRESAS NOS PAPÉIAS AMARELADOS PELO TEMPO
E, SUFOCADOS PELOS RISOS DE AGORA
NÃO QUE VIDA ESTEJA PERFEITA
MAS, PERFEITA A VIDA NÃO É
BEM, NA VERDADE É NA BELEZA DAS COISAS QUE DÃO ERRADO NO DIA-A-DIA
QUE TENHO MAIS ESPERANÇA NO POVIR
E SEI QUE MESMO DEDOS CANSADOS
PODERAM MOSTRAR OS MOMENTOS
QUE CADA NOBRE ESCRITOR VIVER NA ALMA
POIS, ESCRITOR NÃO VIVE SONHA
E ESCREVE...

RENATA NEVES
Enviado por RENATA NEVES em 25/09/2007
Código do texto: T668197

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RENATA NEVES
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 32 anos
46 textos (13572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 10:39)
RENATA NEVES