Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANO BOM

Sou à janela, à meia-noite, à espera
de que surja o Ano Novo ao meu olhar...
Nos fundos, lá num quarto, uma "panetera"
aguarda a Morte, que a não quer buscar.

Risonho, alegre como a Primavera,
o Ano Novo se mostra, a rebrilhar
nas estrelas de um céu-quimera,
que nos promete um Ano Bom sem par.

...........................................

Já me havia esquecido a moribunda,
quando uma choradeira desemedida
se faz ouvir, em grande barafunda!

Falecia-me a sogra, mais ninguém...
Pela primeira vez, na minha vida,
um Ano Bom me começava bem.

NTT.
Bergamota
Enviado por Bergamota em 11/11/2005
Código do texto: T70350
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bergamota
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 121 anos
104 textos (3806 leituras)
4 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:43)
Bergamota