Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rapaz de vinte



Duas décadas ou vinte anos?
Dez mais dez, ou dez vezes dois?
Vou carregar a saudade da infância,
Vou percorrer o mundo com algum dinheiro.
Minha viola, meus amores, meus vinte...
Consumados em parte pela tristeza.
Sou rapaz? Sou errante? Poeta quem sabe...
Cai à noite, cai o dia, cai você na minha vida.
Sou rapaz de vinte,
Sem datas festivas.
Sou da terra de ninguém,
Do mundo dos incertos,
Não quero mais ser vinte, ser dez ou ser Raul.
Vou ser para sempre, do mundo que virá de dez ou vinte...
Do mundo que virá... Outro dia nascerá, vou termina o poema com a próxima frase que virá para completar os vinte anos que pretendo vivenciar.

PINDORAMA
Enviado por PINDORAMA em 17/11/2005
Código do texto: T72975
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PINDORAMA
Três Rios - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
8 textos (187 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:11)