Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAZ

Hoje entrego-me ao meu pensamento abstrato
Vagueio por um passado não muito longínquo
Permito-me viver um mundo de ilusões
Entrego-me ao nada e possuo um tudo
Busco até contradições
Meu mundo é fechado e peculiar
É tão meu
Sorrio para mim mesma
Encanto-me até com meu ar pueril
Vislumbro um jardim imaginário
Em que pétalas de rosas
Cercam este meu caminho
Percorrido por mim, por meus anseios
Não há lugar para tristezas
Minha alma se nutre de alegria
E de lembranças que acalentaram meus sonhos
Sonhos de criança
Sonhos de menina
Ouço música suave que me acalma
E me transporta para este passado
Não muito distante deste presente
Que o tempo não conseguiu apagar.
Vilma Tavares
Enviado por Vilma Tavares em 14/11/2007
Reeditado em 17/11/2007
Código do texto: T736634
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vilma Tavares
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
378 textos (17537 leituras)
9 áudios (685 audições)
10 e-livros (709 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 12:49)
Vilma Tavares