Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por que só digo isso no final, se o começo nem começou ainda?!?!


Uma irmandade absolutamente relativa! Uma vida sem ao menos uma mentira,
 Nada de nada, nada de um comportamento linear, mas um completamente
 vertical, movida de razões e singelezas, total pureza...
Subjetivo somente o passado antes mesmo de conhecer-te calada, na sua, mas inda assim
Demonstrava fraqueza, mas em tudo sempre foi você, heterogênica, dogmática...
Aprendi dia a dia, a conhecer-te, admirar-te, em fim me direcionaste até em meu futuro acadêmico... E porque te dizer isso hoje, agora... O medo de perder este convívio agradável que temos, talvez seja este o motivo de tanto medo.

 Gostaria de que soubesse que você é pra mim uma grande lição de força e coragem. Espero que estas palavras não flutuem no vento e se percam no ar, mas quero que tome raízes profundas e eternas. Vanessa Rosado dedico esta poesia a você que sempre me apoiou em situações diversas que sempre ouviu as minha lorotas, que fique registrado o meu muito obrigado!!!

Taís Fraga
Enviado por Taís Fraga em 08/03/2006
Código do texto: T120490
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Taís Fraga
Salvador - Bahia - Brasil, 29 anos
59 textos (5012 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:27)
Taís Fraga