Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras meigas

Fico sempre a esperar por suas palavras meigas...
Cada uma delas é um sorriso,
vibra no peito e pede outras palavras...
Suas palavras o vestem de beleza infinda
Que seu rosto jamais poderia expressar...
Parece-me um amigo leal,
Alguém com quem contar...
Uma necessidade de minh’alma
E desperta-me sensações desconhecidas,
Não por ser algum poeta,
Mas pela simplicidade do que diz...
Na verdade, nem o conheço,
Não lhe povoei o corpo nem o espírito,
Não compreendo o que sente quando diz,
Nem o que sinto quando ouço...
Embebedo-me nas singelas palavras,
Que se dizem verdadeiras e,
Mesmo que eu o peça,
Nada impede de dizê-lo.
De tantas coisas que nem sei,
Só peço, meio sem querer,
Nunca deixe de dizer...
Nalva
Enviado por Nalva em 13/03/2006
Código do texto: T122608

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nalva
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 49 anos
102 textos (15399 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:41)
Nalva