Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amizade terminal

Amizade terminal
Guida Linhares


Na amizade
o coração se aproxima,
afaga os anseios,
acalenta a alma,
abraça os permeios,
do ser que se espalma.

O tempo vai passando,
consolidam-se os laços.
Acredita-se no amigo,
mesmo havendo espaços,
nada oferece perigo,
nem pingos nem traços.

Mas um dia algo acontece,
e até o céu estremece.
Onde estava aquele amigo,
que tanta ternura passou..
Onde foi que se escondeu,
a amizade que se perdeu?

Talvez nos mil estímulos,
do cotidiano de cada um...
perdendo-se no espaço-tempo,
não partilham mais o bem comum.
Na bifurcação do caminho,
partiram em novas buscas?

Talvez não...
Foi chegada a hora,
da partida sem a despedida.
Afinal amigo que se preze,
sabe a hora de se retirar,
em sentido silêncio de prece.

Jacaraipe, Serra, Espírito Santo
26/10/06 - 14:20 hs





Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 26/10/2006
Código do texto: T274153
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158388 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:53)
Guida Linhares

Site do Escritor