Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO MEU AMIGO DESCONHECIDO

Era tarde...
Mas chegando em casa,
Lí os teus poemas distantes...
Oh! Meu Amigo Desconhecido!
Tu suspiras e vives
Em algum lugar, longe de mim.
Talvez perto...


Dos traços de teu rosto,
Porém, não conheço a graça
E dos dedos e fios que teceram a tua vida
Nada saberei, enquanto não ouvir de ti.


Oh! Meu grande
Amigo Desconhecido...
Amo-te sem rosto,
Por ti, quero agora enriquecer-me
Com toda a minha força,
Para te enriquecer...
E me exercitarei continuamente
Para dar...
Evitando tomar.
Pois, quando apareceres,
Atraente a meus olhos,
Não quero arrebatar-te,
Como ladrão que vem, à noite.
Mas acolher-te como tesouro ofertado,
Porque o tesouro serás tu...
Meu querido
E AMIGO DESCONHECIDO!
leinecy
Enviado por leinecy em 25/06/2005
Código do texto: T27754

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
leinecy
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 68 anos
239 textos (16770 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:20)
leinecy