Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Companheirismo"

“Os ombros suportam o mundo.
Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus.
Tempo de absoluta depuração.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram.
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.”
--------------------------------------------------- (F.P)

A vida é poesia,
O simples em transtorno,
O impossível que se realiza, a magia, alegria.
O expurgar dos sentimentos,
O nada que transforma tudo...
...em tão pouco.
Tudo que se faz imenso,
Na pequenez do nada.
A vida é companheirismo,
A arte de estar próximo,
De ceder a mão, mesmo quando não se tem nenhuma.
De doar o nada, mesmo quando o nada é seu único tudo.

O companheirismo é a poesia da vida,
Ser companheiro é ser poeta,
O lidar com as palavras, atitudes, sentimentos.
Tornando o ato de voar, um simples ato,
Mesmo quando sem asas para fazê-lo.

Ser companheiro é ter a coragem de abrir o coração e oferecer momentos, para que o outro me conheça e sinta confiança em se deixar conhecer também por mim

Ser companheiro é saber ouvir e falar, é ficar disponível sem se anular, é compreender o que outro sente, para a sua vida poder compartilhar.
Assim como as estrelas, com toda sua magnitude, brilham, mas, sem ofuscar o brilho das outras, pois, todas juntas que tornam a beleza de cada uma mais significativa.

Como outras coisas na vida, a dualidade aqui também se faz presente: o companheirismo nasce e se desenvolve na relação, se alimenta dela e da crença de que somente convivendo é que me tornarei, antes de tudo, companheiro de mim mesmo.


( Wellington Fernandes & Pensamentos )
Wellington Fernandes
Enviado por Wellington Fernandes em 13/09/2007
Reeditado em 13/09/2007
Código do texto: T650842

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wellington Fernandes
Bastos - São Paulo - Brasil, 28 anos
48 textos (5054 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 01:38)
Wellington Fernandes