Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMIZADE

Amizade se chama a um sentimento
Que não tem espaço, nem tem tempo
 
Que nasce espontâneo, livre e puro,
Que não faz a alma e o coração duro.
 
Faz sim sentir carinho, desejo de dar a mão
Ás pessoas que encontramos pelo caminho
 
E sem uma razão, suscitam nossa afeição...
Ás vezes temos compaixão, ás vezes ternura...
Mas sempre uma afeição simples, terna, pura...
 
Mas amizade tem que ser correspondida,
Necessita alguns requesitos para vingar...
 
Lealdade para ser bem compreendida,
Respeito para no coração, não murchar.
 
Na verdadeira amizade há compreensão,
Para os sentimentos do outro não magoar.
 
Sabemos que para as nossas lágrimas...
Temos sempre um ombro para chorar...
 
Sendo a afeição verdadeira não há lugar,
Para invejas, ódios e ciúmes manifestar...
 
Há sim atitudes dignas para assumir,
E a quem se sente amigo, saber retribuir.
 
Saber sentir como nossa a sua alegria
Saber sentir a tristeza para confortar...
 
Saber dar sempre uma palavra amiga,
Sem esquecer de sentimentos respeitar.
 
Se para ti amizade não rimar com lealdade...
Se para ti compaixão não rimar com perdão...
Se para ti respeito não tiver lugar no teu peito..
 
Então precisas aprender em primeiro lugar..
A tua auto-estima e dignidade valorizar.
 
Para assim poderes entender e corresponder
A quem te dá valor como um humano ser....
 
Fada das Letras
Enviado por Fada das Letras em 08/11/2005
Código do texto: T68970

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fada das Letras
Almeirim - Santarém - Portugal, 60 anos
243 textos (32139 leituras)
3 áudios (178 audições)
5 e-livros (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:08)
Fada das Letras