Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJO

...Amigo anjo decaido
Num mar de infortunio da alma
Com poucos lapsos de calma
Ilumina atravéz de sua escuridão
Com olhos sapientes sobre os
Que circundam na imensidão
Chora como um garoto de outrora
De corpo e visão que ainda mal explora
Belo e limpido,cafona e intimo
Como poucos, mundo afora
Não deixe de acreditar
Essa cruz vai passar
Sádico  com sentimentos
Tão poucos compreendem
Seus interiores elementos
Mas ainda belo no que faz
Pois seu coração lhe apraz
É brilho inevitável
Mas tão poucos com tu
É alcansável
Não por estar distante
Como escrevo neste instante
Mas por ser assim tão
Próximo de todos e
Como uma ponte
E tão grande como
Um monumental
E grandioso monte...
 
Aluísio Bórden
Enviado por Aluísio Bórden em 28/11/2007
Reeditado em 28/11/2007
Código do texto: T755992

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluísio Bórden
Teresina - Piauí - Brasil, 43 anos
232 textos (10604 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:35)