Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES

SAUDADES
        EM:21.ABR.1999 ÀS 10:45:51
       


Saudades são brisas suaves
De um bélico verde tão puro
Que, nesse momento, iluminam meus dizeres
E trazem a tona a falta do meu amor ...

Temporário, redijo, sentindo o doce de sua invisível presença
E surge por meu lado a incomoda sensação de absoluto vazio
Falta-me sua presença ... falta-me algo de inédito ...
Sendo minha companhia, mesmo quando não esta ...

Guardo-a em meu coração
Almejando algum dia sermos nos
Para formamos suaves brisas
E, quem sabe, um verde profundo e puro ...

Mas traz-me tão único o vazio de uma saudade
E, carentes, meus olhos iniciam pranto eloqüente
Como em muitos outros escritos
Fazem rimar com meu árduo e sórdido amor ...
Danilo Vasconcelos
Enviado por Danilo Vasconcelos em 19/01/2006
Código do texto: T100964
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (DANILO VASCONCELOS www.recantodasletras.com.br/autores/danivasconcelos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Vasconcelos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
188 textos (11227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:19)
Danilo Vasconcelos