Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Impedir O Adeus Dentro de Nós e Ser Feliz De Novo - won taylor -

Acho que nenhum de nós dois pensavámos que um dia isso fosse nos acontecer; e agora em nossos olhos fica apenas as faíscas de um sentimento que foi se enfraquecendo; e o que ficou vai sendo levado pelas lágrimas; enquanto ficamos segurando algo que sonhavamos e insistiamos em acreditar. Em nossos dias; quando só imagivamos que o dia seguinte nos traria cada vez mais algo que poderiamos manter; em nossos seguros corações; e afastavamos qualquer pensamento que não fosse o de seguir sempre em frente.

Nem sentiamos que o beijo já tinha um gosto de despedida; e que começava a juntar as partes que se quebravam por dentro de nós. E sentiamos a dor bem antes dela surgir diante de nós; a cada abraço doi e deixava as partes que não havia como consertar; ir embora junto com o vento frio. E não havia como voltar pra casa; seguravamos o folego pra ficar girando e girando sem sair do lugar; e precisavamos lutar por tudo; e por sua boca; eu nem cheguei a me mover; e ficamos ali; parados; vendo o amor acabar; como sempre acaba.

Cada parte de nós; diante do fim; e nosso sorriso amarelo; e tudo acabando como sempre deve ser; o brilho que o amor sempre colocou dentro dos nossos olhos; escureceu de vez; e ficou apenas um profundo abismo que parecia não ter fim. E cada vez que tentavamos fazer algo pra não deixar que tudo fosse embora; vinha o sabor do adeus; e não tinha como manter a felicidade perto de nós; apesar de saber que lutei com tão pouca paciência; e lembrar que prometemos nunca dizer adeus.

Nós nunca quisemos ser os mais felizes do mundo; mas queriamos mais do que tinhamos naquele momento; e por isso não houve pedidos pra que ficassemos; não naquele dia; não naquela hora; e nunca haverá agora que estamos distante demais. Enxugar as lágrimas; esquecer o desejo de querer ficar; e dirigir o que há pra levar adiante; e não mais pensar nos motivos que nos fizeram separar um do outro; e nem lembrar de quando vimos o amor se pendurar no teto e nos abandonar; e por tempo que for amar outros nomes e estar em casa novamente.  
delii
Enviado por delii em 07/02/2006
Código do texto: T108941
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
delii
Nilópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
26 textos (621 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:31)
delii