Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dois mundos

Minha bela amada , a hora é chegada,  doce índia querida,
Minha alma reclama , preciso partir ao encontro da vida...
Rever minha gente , retomar meus sonhos  e antigos ideais,
Viver em seu  “mundo “ embalado em  seu carinho , foi lindo demais,
Porém meus anseios , esperanças e alegrias , ficaram para traz.

Amor,  sinto saudades das luzes de néon de brilhos dourados,
Do roncar dos motores , de gente estressada falando  coisas que não dizem nada.
Do burburinho da cidade , do ar sufocante , da vida embalada...
Do povo que dança , que sofre e canta ....mesmo por nada.

Durante todo esse tempo em que ao teu lado vivi,
O som de tua meiga voz, poucas vezes ouvi...
Agora  é preciso , estou indo embora , e quero saber...
Digas o que pensas  , minha fada morena,  meu doce querer.

Meu príncipe amado o que vais buscar ?
Aqui tem o canto dos pássaros a luz do porvir...
Flores circundam o caminho aonde queiras ir.
Tens rios serenos de águas cristalinas...
E a noite ao quase ao teu alcance...estrelas divinas.

Tens o verde da floresta iluminado por raios de sol...
Lagoas prateadas onde a lua vaidosa se vê mais formosa
A alegria das crianças que brincam livremente sem nada a temer
Moradas sempre abertas como um coração imaculado a te receber...

Meu pequeno menino coberto de sonhos...
Conheço teu mundo pois lá estive e nem  sabes...
Pessoas fechadas , corações angustiados, semblantes tristonhos...
Gente aprisionada em seus pesadelos , atropelando a vida, querendo mais  dinheiro.
Vivendo em moradias cercada de grades ,  muito sofrimento  e insanidade...
Lamento  meu amor  porem preciso dizer-te ... a tristeza habita na tua cidade.
Sim amor...afasta  de ti a ansiedade , respira fundo e agradece a natureza...
Esse oceano de paz, beleza , amor e solidariedade.

Minha bela morena de alma elevada , quanta sabedoria existe em tuas palavras
No lirismo de tua paz... serenastes minha alma agitada.
E ao ver teus lindos olhos marejados ...
Posso finalmente afirmar sem qualquer temor...
Minha vida seria um infinito oceano de tristeza....
Longe de ti...meu infinito e abençoado ...Amor....




Site do autor:

www.luzdapoesia.com


 

























 


FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 15/04/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T11354
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:46)
FalcaoSR