Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meditando

Sabes meu amor...
Às vezes me arrependo até de ter nascido
Pois viver sem você  é tão sem graça
Que não faz qualquer sentido.

Mas vou seguindo como nau em tempestade
Navegando a deriva em mares turbulentos
Tentando dissimular em sorrisos e ilusões essa saudade
E a dor cruel ao  saber que não posso esquece-la um só momento.

E nas veredas em que sigo me enganando
Levo comigo o sonho impossível de querer
Um só minuto sem estar  me torturando
Nessa agonia que é viver  longe de você.

E minha  vida que outrora foi tão bela
Hoje é um teatro vazio de luzes e de cores
Tua ausência anulou a estação primavera
Somos agora um capitulo da história de grandes amores.

E nesse amor gravei na alma belos e amargos sentimentos
Vivendo a glória da ternura e poesia
Quando ao seu lado amei cada momento
E viajei num mundo mágico de alegria.

E na saudade que atordoa e alucina
Vi o reverso do jardim imaculado
Na nostalgia que me invade e domina
Pagando alto o preço da felicidade simplesmente... por ter amado.

Mas, contudo te confesso comovido
Se pudesse no tempo retornar
Mesmo sabendo que mais tarde sofreria
Não hesitaria um só minuto em te amar.



Site do autor:

www.luzdapoesia.com


 













FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 15/04/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T11360
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:35)
FalcaoSR