Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÂNGULO

Pelo ângulo da porta
Vejo-te a sorrir
És uma linda horta
E fico a refletir.

Pela aresta te vejo
És muito atraente
Sinto imenso desejo
És estrela cadente.

Com circunferência ideal
Completa e magnífica
Forma trezentos e sessenta graus
És peça específica.

Pelo canto te vejo
Estás bem próxima de mim
Acendes aos meus desejos
Por seres tão meiga assim.

Por local anguloso
Passo a te procurar
Estou muito ansioso
Para te encontrar.

        Poema publicado no livro,
            NÓS SOMOS POESIA
(Câmara Brasileira de Jovens Escritores)
Antonio Cícero da Silva (Águia)
Enviado por Antonio Cícero da Silva (Águia) em 21/02/2006
Código do texto: T114758
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Cícero da Silva (Águia)
Carapicuiba - São Paulo - Brasil, 54 anos
199 textos (20322 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:28)
Antonio Cícero da Silva (Águia)