Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO O AMOR FALA MAIS ALTO

E de repente me vejo questionado a vida

revivendo na saudade , tudo que o amor me fez,

embora muitos anos tenham passado minha querida,

em que meus olhos fitaram os teus pela primeira vez.


Recordo comovido o doce encanto de tua meiga voz melodiosa,

teu caminhar sereno , garboso  e sensual,

o perfume de tua pele tão cheirosa

a luz de teu branco sorriso lindo e divinal.


Teu corpo de beleza extasiante,

conjunto harmonioso obra do arquiteto divino,

que levaram minha alma delirante

a fazer do teu...O meu destino.


Com a ternura de um menino imaculado

segui teus passos e os rastros de tua luz,

renovei-me  redimindo meus pecados,

e fostes , minha vida , meu calvário , minha cruz.


E quanto mais a maturidade me envolvia,

convencia-me da grandiosidade do amor que abrigava,

o coração que já não mais me pertencia,

sublimado no amor que te ofertava.


E decidi que é preciso que tu saibas

do melhor que existe em mim e te doei,

que tudo que a vida tem de melhor a oferecer, tu me bastavas,

e indiferente tu não vias , que desde o primeiro instante te amei.


E ao veres a dor que invadia meu peito,

como herdeira que cede sua herança,

aconselhava-me a transferir os teus direitos,

brincando com o amor  como criança.


E assim, segui em frente amargurado pela vida

mergulhado em anseios de esperança e alegria,

sonhando ouvir de tua voz tão linda

o que minha alma clamava e perseguia.


Despojado de todos o temores que minha vida revelaram

a luz poética de minha inspiração,

descerro as cortinas que ocultaram,

toda tristeza de meu apaixonado coração.


Em vão esperei envolto em solidão e tédio

pela recíproca de um amor tão verdadeiro,

de juntos vivenciar a plenitude e o privilegio,

do encontro da verdadeira felicidade , sermos os primeiros.


Mas ao contrario de tudo que sonhei contigo

tu te afastavas como um rio que passa lentamente,

buscando ter mim apenas um amigo

um confidente em tuas horas mais carentes.


E alquebrado pela vida fisicamente

vi-me  presente no âmago do teu eu,

espiritualmente cada vez mais consciente,

busquei conforto em cada palavra ou pensamento teu.


E embora certo que muitos diriam o quanto  louco fui eu,

fiz do meu amor por ti a beleza de uma prece,

recolhendo migalhas dos carinhos teus,

sublimando  minha vida em busca da paz que tu mereces.


Segurança, conforto, status social , tudo irias ter,

quanto a mim , só tenho o meu amor a te oferecer.

Talvez quem sabe um dia possas compreender

Que só o amor se eterniza , e infeliz é quem vive sem saber...


Que só o  amor floresce,

e tudo mais é só  quimeras.

Efêmero como sonho que fenece

passageiro como estação de primavera.


As aparências são tesouros de almas obscurecidas,

realizações pueris dos pobres de espírito,

pois só o amor  transcende a luz da vida,

caminho iluminado ao encontro do infinito.


E quando eu for para outras galáxias seguindo meu destino

levando comigo o sentimento  que dei e sempre quis

saberás que meu amor era a luz de teus caminhos

E que sem ele...Jamais seras feliz.
FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 16/04/2005
Reeditado em 27/05/2005
Código do texto: T11544
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (* Falcão S.R * www.LuzdaPoesia.Com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:42)
FalcaoSR