Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem sabe...

Quando o crepúsculo da vida me alcançar
O tempo me apagara de tua lembrança
Porem os versos que escrevi irão ficar
Em corações nos quais plantei a esperança.

Que sabe até sintas saudades
Do meu jeito romântico de ser
Ao veres que o amor que tanto desprezastes
Era a luz que iluminava teu viver.

Em vão buscaras por novas poesias
De teu poeta apaixonado e sonhador
Que massageava teu ego com alegrias
Envolvendo-te em ternura e muito amor.

Talvez até ouças confidências entristecidas
De quem me amou sem, contudo declarar
Gente sensível por meus versos seduzidas
Que adorariam terem ocupado o teu lugar.


Site do autor:

www.luzdapoesia.com
FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 17/04/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T11672
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:33)
FalcaoSR