Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor impossível...


Ao paraíso me transportastes,
ao declarar seu amor por mim...

Mas, por que o fizestes?
Não tinhas tu a noção do impossível,
ante a teus olhos?
Não tinhas tu a noção da distância
que nos separa?
Não falo da distância de territórios, não...
Eu falo da distância real entre duas almas,
que a vida, em seus descuidos ocasionais,
deixou-as construir ninhos em separados...
e... e povoa-los...

Não... certamente, não tinhas...
Se tivésseis, saberias o tamanho
do meu conflito...
o tamanho do meu sentir...
o tamanho do meu sofrer...

Em minha crença, defendo a idéia
de uma única vida...
a que foi... a que temos...
Mas, nessa hora de desespero incontido,
de coração sofrido...
de lágrima doridas...
Tento me apegar então, às crenças
de outros irmãos...
A que prega a reencarnação...

Aí então tudo aceito...
Aí então tudo se ajeita...

Cruzeiro-SP-Brasil
João de Assis
Enviado por João de Assis em 17/04/2005
Código do texto: T11684
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João de Assis
Cruzeiro - São Paulo - Brasil, 70 anos
15 textos (1442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:43)