Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teu amor materno

Eu plantei em teu ventre livre
As prisões que em mim vive
Os calabouços da minh'alma agonizante
A luz que até então era distânte

Ví germinar em ti, nosso anjo
Nosso pequenino arcanjo
Uma parte nossa, porquanto existir vida
Uma bandeira branca, em nossa guerra perdida

Será o fruto querido do nosso ato
Do amor que ficou preso em nosso quarto
Empregna em nossa cama
Acho que é por ai, que se ama

Eu sei que tudo isto não será eterno
Por maior que seja o teu amor materno
Mais, que fique em nós esta lembrança
Que tua "luz", seja nossa esperança


Dedicada a minha Saldosa esposa Nelsa e ao nosso filho


Março/2006
Helcio Gonçalves
Enviado por Helcio Gonçalves em 05/03/2006
Código do texto: T118910
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Helcio Gonçalves
Bacabal - Maranhão - Brasil, 56 anos
41 textos (2224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:51)
Helcio Gonçalves