Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inveja do sol

Vencidas a opacidade
e a sensação de mofo
do inverno de Curitiba

com urgência eu preciso
trocar minhas lentes
por um par de óculos escuros.

Com urgência eu careço
de limites pra minha mente
e pro meu desejo elevados muros.

Pois nestes dias grandes
nestas horas longas e mornas
de sóis de verão

a beleza curitibana se expande
e a sensualidade das moças provoca
na gente a hipertensão.

Tanta sexualidade à mostra
tão perto da vista
quase ao alcance da boca!

Que inveja deste sol escaldante
com seus olhos grandes
com suas mãos atrevidas

rouba a roupa das gurias
e se debruça nas curvas esguias
enquanto em mim a baba expande!

Quanta inveja deste calor
e do vento que sopra vagaroso
e adentram seios e vãos!

Quanta bendita falta de pudor!
Quanta sedução
quase a meio palmo das mãos!

Cid Rodrigues Rubelita
Enviado por Cid Rodrigues Rubelita em 06/03/2006
Código do texto: T119623
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cid Rodrigues Rubelita
Curitiba - Paraná - Brasil
146 textos (4844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:28)
Cid Rodrigues Rubelita