Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"B a s t a "

Vai doer sim,

Mas será assim

Vou guardar comigo

Toda lembrança e esperança

Que um dia vi em mim nascer

Que agora lentamente os anos

Se encarregarão de me fazer esquecer

O que você sentiu nunca foi AMOR

Plantou em mim apenas sementes de DOR

Fui apenas porto quando

Tu estavas em solidão.

Fui apenas lareira quando

TU Sentias frio,

Fui apenas luz quando

Tu se sentias na escuridão,

Fui somente eu que sempre me entreguei

Fi aí que simplesmente errei!

Te amava tanto,

Que quando tu voltavas

Nada mais importava.

Deixava os dias irem passando

Enquanto meu amor te amava.

Mas e eu?

Fui ficando vazia sem tua atenção

Te amava com tanta dedicação!

Mas, tu não se importavas comigo,

Era latente meu sentimento

E tu sabias que eu sempre estaria aqui,

A toda hora, a qualquer momento.

Sabias que eu só queria a ti,

Sabias que podia voltar,

Que eu sempre estaria pronta pra te amar!

Mas e eu?

Era tão triste quando tu te ias,

Meu coração partia e tu nem vias.

Foram tantas idas e voltas

Que acabei por me acostumar.

E agora sei que vai doer sim,

Mas será assim!

Desisto do teu olhar

Abdico do teu calor

Solto você de vez

E assim me solto também!

Basta!Meu coração agora

Te diz Não!

Vou viver com minha

Parceira e constante solidão!

Iniciarei vida nova comigo mesmo

Pra nunca mais ficar por horas

Com os olhos fixos no portão.

Basta! Basta...



Eliana Braga

Gaivot@

08/Março/2006

Campinas-SP

10:30hs

Gaivota
Enviado por Gaivota em 08/03/2006
Código do texto: T120430
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gaivota
Campinas - São Paulo - Brasil
115 textos (4906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:26)
Gaivota