Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosso mundo

Às vezes me pego tão longe
Longe daqui e perto de ti
E quando olho o horizonte
Vejo o teu sorriso ali
Então me sinto puxado para perto de ti
E quanto mais sou puxado, mais eu quero ir

Quero ser tu em mim
Quero que tu sejas mim em ti
É tão bom ser amado assim
Me faz tão bem
O teu gosto eu sempre vou lembrar
Quanto mais eu corro
Mais eu quero correr
O acaso da vida não existe
O destino, talvez exista
Sem destino, tu não existirias
Sem ti não teria tino
Muito menos destino

E nessas voltas da vida
Sempre paro em ti
E quando paro, tu me giras
Tu és a vida que gira em meu mundo
E meu mundo gira em tua vida

Tu, o mundo real
Presente nos meus sonhos
Um sonho tão real de ser vivido.
E sonhos como esse que temos
Não queremos acordar
Há pessoas que vivem sem sonhar
Mas viveria por um sonho
O sonho de sonhar contigo

Diante do nosso amor.
Sem propósito, sem interesse.
Será assim, um eterno sonho.
E se esse sonho é eterno
Não irei acordar...
Dormirei para sempre nos teus braços

Não acordaremos jamais
Jamais teremos pesadelos
Tua presença afastará todo o mal
Só teremos a paz
E a luz dos teus olhos
Aquecerá o meu coração na noite fria.
Na noite fria
Teus braços será meu cobertor

E no calor, soprarei tua pele
Para que fiques refrescada
Com este mesmo vento
Saindo dos teus pulmões
Farei uma canção para te alegrar.

As canções que saem de ti
São melodias sem palavras
São cheias de sentimentos
As palavras não precisam ser ditas
Para que eu saiba a tua canção
São canções que só eu
Saberei de onde vem
E quando ouvi-la
Sei que perto estás de mim
E como as mãos do violinista
Procuram as cordas
Serei eu, buscando a tua música
A tua boca.

Nossos corpos dançam juntos
Nossa música.
Nossos corpos dançam
A música do amor
E quanto mais nos amamos,
Mais dançamos, mais a música aumenta
De repente somos apenas um
Unidos para sempre
Nesta paixão que nos queima.

E aí já não sabemos qual é a mão,
Ou os pés, ou a barriga,
Os seios ou a boca
Tudo vira uma coisa só
Quanto mais quero, mais desejo querer
Quanto mais eu não quero
Mais vejo que sou fraco
Porque não consigo controlar
Este amor por ti

Quero transbordar de amor.
Quero que façamos isso juntos
Façamos amor olhando nos olhos
E trocando declarações jamais ditas

Amor, nos amamos.
Deschamps
Enviado por Deschamps em 09/03/2006
Código do texto: T121016
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Deschamps
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
27 textos (2726 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:31)
Deschamps