Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Seguir-te

Com um empurrão abri a porta
e foi de vê-la ali,triste
indescutivelmente morta,
que me transformei nesse corvo
o qual Deus não mais assiste...

E foi de vê-la com a pálpebra fria,
assim tão quieta,
que minha tristeza não mais morria...
Sou pagão:creio no céu e no vento,
e em tu minha fé se completa!

Nenhuma bela paisagem me penetra,
meus olhos procuram tuas lágrimas,
teus murmúrios...
E foi de vê-la nessa morta melancolia
que abri as portas para os infinitos espaços,
os céus sabem o quanto eu pedia
a Deus para seguir teus passos...


                                     11/02/06
ralv
Enviado por ralv em 12/03/2006
Reeditado em 29/04/2008
Código do texto: T122215
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ralv
Patos de Minas - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
26 textos (1345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:53)
ralv