Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem Anestesia

Sumistes por dois anos
Escondestes em timidez
Uma fila a menos
Por que não acordei?

Encontro-te ao acaso
Como não sorrir?
Hoje sobrevivo
Rezando em repetir

Mas sou paciente
Insulto o descrente
Não amo mais!
Palavras de quem mente

Quero-te junto assim
Apertada em mim
E antes que eu diga sim
Morda minha boca enfim!
Romassenav
Enviado por Romassenav em 17/03/2006
Código do texto: T124679
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Romassenav
São Paulo - São Paulo - Brasil
26 textos (1747 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:18)
Romassenav