Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Marcas

Em cada marca de meu rosto envelhecido,
sinto a vida se esvaindo lentamente,
buscando encontrar em minha trajetória o sentido,
da tristeza que em meu olhar esta presente.
 
Lutas inglórias, promessas esquecidas,
carências permanentes, portas fechadas,
corações endurecidos, gente sofrida,
o desconhecido...fim de uma estrada.
 
Nesse contexto o capítulo final
presença marcante de um mar de ilusões.
É o improvável, surrealista e virtual,
que alimenta falsas esperanças...Dilacerando corações.
 
O mundo novo de meus velhos dias,
onde é quase impossível distinguir o bem do mal.
E fala mais alto a dor da nostalgia,
dando aos belos sonhos, um melancólico final.
 
O medo é forte, porem a solidão é maior,
a mentira tem presença permanente.
E o desespero de quem não sabe o que é pior,
segue envolvendo um universo de almas carentes.
 
E o lirísmo que um dia foi presença
nos versos do poeta apaixonado,
hoje é apenas luxúria e descrença,
do mundo moderno e seu triste legado.
 
Meditando no porvir do amanhã,
rotulado de ultrapassado e sonhador,
vou deixando em poesia minhas memórias,
porque não creio em felicidade... sem amor.
 

 
 
 
 
 
 
FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 26/04/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T13077
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:27)
FalcaoSR