Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Foragido

Se me soubesses
assim como eu te sei;
se não me esquecesses
e me guardasses como lei;
o destino não seria incerto
mas cruel no teu desejo de ser...
Certeiro; a céu aberto
na angustia de não me perder...
És vagabundo,
foragido,
sem minuto ou segundo...
Perdido nas horas,
nos dias do não viver,
onde tão triste e fingido
pensas que ainda podes sobreviver.

Lídia de Sousa   12-04-06
yin
Enviado por yin em 13/04/2006
Código do texto: T138491
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
yin
Portugal, 38 anos
11 textos (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:44)
yin