Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema para a mulher de toda a vida

Quantos versos terei que fazer
para provar que sempre serás minha musa
passarei anos e anos a escrever
que minha alma é roupa que tu usas.

Meu coração é tinteiro permanente
para ter sempre palavras que te enalteçam
cada mínima letra será semente
que teu amor cuidará para que floresçam.

És linda por seres sempre minha
sou poeta, por saber-me teu
és minha amada, amante, rainha
sou teu amado, amante, plebeu.

Deixarei de escrever meus pobres versos
quando me sentir incapaz de faze-la feliz
serei culpado de crimes inconfessos
se não cuidar das coisas que diz.

Repita sempre: sou linda, sou bela e me amo
repita centenas, milhares, milhões de vezes
faça desse mantra o acalanto de teu sono
e leve esta crença para onde for e onde já estivestes.

Te amo

Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 17/04/2006
Reeditado em 17/04/2006
Código do texto: T140510

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56516 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:03)
Mauro Gouvêa