Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM ABRAÇO


Um abraço
Dado no limite total da resistência
Onde a alma gemia num desespero incontido
Onde a tristeza transcendia ao que o espírito poderia suportar.

Um abraço
Onde o medo à morte aflorava
Onde as lembranças do passado se fizeram presentes
Onde a incerteza do amanhã predominava


Um abraço
Onde o rosto anuviou-se
Onde o semblante tornou-se lívido
Onde os olhos perderam o brilho
Onde as lágrimas afloraram quais estrelas cadentes fugindo

Um abraço
Mudo, mas com um grito contido
Um pedido de apoio num mar em plena tempestade
Cujo náufrago preso a um fio tênue de vida que ainda lhe resta
Agarra-se como uma última esperança
Ao que preservará á sua vida.

Um abraço
Que se traduziu num pedido de socorro
Num pedido de carinho e atenção
Na busca de complementar o vazio que se instalara no coração
Na mão que estendida o resgatará de volta à vida

Um abraço
Numa tentativa final de ressuscitamento
Como a terra tórrida clama pela água para voltar a “brotar”.

Um abraço
Um gesto espontâneo de procura
Cujo fim foram dois braços estendidos
Em forma de uma concha receptiva
Retribuindo o amor e também a vida.

Salvador, 11/09/2004

Sandra Mamede
Enviado por Sandra Mamede em 07/05/2006
Código do texto: T152131

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Mamede
Salvador - Bahia - Brasil, 64 anos
202 textos (30653 leituras)
2 áudios (210 audições)
1 e-livros (55 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:24)
Sandra Mamede