Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce Pecado...

Ah doce pecado;
Que insisto em cometê-lo;
Condenação eterna tem minha alma;
Diante desse sentimento nobre;
Doce pecado;
Que tem sabor de mel.

Ah doce pecado;
Que ao ter você em meus braços;
Sinto que vou aos céus;
Doce pecado;
Que quero estar ao lado;
E nunca mais abandonado.

Ah doce pecado;
Impossível não cometê-lo;
Pois diante de ti sinto-me tentado;
Diante de ti sinto-me vulnerável;
Ah doce pecado;
Que atormenta e acalma minh'alma.

Ah doce pecado;
Que traz a vida;
Que traz a morte;
Que traz a luz;
Que traz a escuridão;
Mas não traz a mim essa paixão;
Ah doce pecado...

Hugo Gonçalves Costa
poeta do silêncio
Enviado por poeta do silêncio em 08/05/2006
Código do texto: T152474
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta do silêncio
Carapicuiba - São Paulo - Brasil, 35 anos
84 textos (9105 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:51)