Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Disforme

Tudo é mentira
quando não sabes quem és.
Tudo perde o sentido
quando já não tens o mundo a teus pés.
Sossegado,
sofrego,
perdido absorto...
O sorriso se esvai, disforme
nas montras da cidade.
Tudo igual,
indiferente;
sem rumo, descontente...
Sozinho e cansado
num passeio amargurado,
se descobre longe e divino
na verdade escorraçado.
E por quem foi?
Se por ele ou por alguém?
Como se pode perder nos vislumbres
da luz d'aquém?
Não desistas ó guerreiro cansado
de desditar essa sina de quereres
se esse mestre, esse senhor;
de viver a meu lado.

Lídia de Sousa 12-05-06
yin
Enviado por yin em 12/05/2006
Reeditado em 12/05/2006
Código do texto: T154627
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
yin
Portugal, 38 anos
11 textos (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:08)
yin