Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Mar e a Iara

Não faça isso meu bem...
Não me olhe dessa forma!
Eu nao sei apenas!!!
Eu sei que voce é muito especial pra mim...
E é isso que nos importa?
Não fui te ver hoje por problemas de execuções de presentes de mãe e de irmã!

Não me deixe assim tão sem jeito meu bem...
Nunca tive uma garota assim do meu lado como você antes...
És especial pra mim!
Dá-me certeza a cada dia que passa!
E eu confudo tudo? Ou nao faço tudo?
Não fale assim... Não me olhe assim...

Não sabes o quanto me dói ovir você me chamar de meu amor!
Por que eu não posso retribui-la?
Eu não sinto? Insensível? Gelo?
Não me fale isso... Não sabes o quanto machuca!
Sou o eterno inseguro aos seus braços...
Quero mais, quero demais...

Não sabes do mal que eu passo!
Por não te ter como única!
Penso que não és, mas depois de tudo que nós construirmos...
Nos construimos em um só, apenas nós!
Não teve ninguém que viu nada, só nossas almas ternas...
Não, não me olhe assim...

Conheço-te em demasia, conhece-me em demasia...
Será que a barreira é minha? Ou é sonho esperado?
Ou é o que? Ou é nada, é apenas nada?
Frustrações, correrias... Pensam demais... Também eu!
Não me dê tantas esperanças assim! Acabe comigo!
Tome uma posição! Eu quero te perder...

Mas eu tenho medo... Muito medo no horizonte longuínquo
O efluvio da minh'alma está em ti... E tu em mim...
Yin-Yang, o equilibrio! Meu e tu; Teu e eu!
Medo! Que droga é esta? Eu sempre fui meu...
Eu sempre fui meu, mas não consigo ser agora...
Depois de tu, as outras serão outras...

Intimidade é uma merda! Cansei!
Acabe logo antes que eu mude de idéia!
Não quero que a culpa seja minha, quero que seja tua culpa!
Mas não é... Apenas... Tenho medo de tu não estar mais em mim...
Não quero que acabe! Nao!
Não me force a dar respostas imediatas... Não me ame tão bem...

NÃO ME AME TÃO BEM!!!!! Que assim eu não aguento mais...
Meu Mar e Minha Iara...
Sou tanto e sou nada, ao mesmo tempo, ao seu lado...
Me acho tão e me acho nem, ao mesmo modo...
Estou tão confuso e tão certo... Estou ao seu lado...
És tão íntima que não sei se é de verdade...

Não me deixe só, mais um vez eu peço isso...
É por medo de me perder e não te ter ao meu lado!
Não me ame tão bem assim...
Que assim eu me derramo a ti, aos teus braços...
E podemos ser felizes dessa forma!
Mas não agora... Mas não agora...

Eu não posso! Eu não consigo...
Mas pode me amar do teu jeito que eu gosto!
Eu gosto do verdadeiro que não machuca!
Que machuca um pouco com pedaços da alma...
Com meu pedaço de mim...
Comigo mesmo...
iuRy
Enviado por iuRy em 14/05/2006
Código do texto: T155998
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
iuRy
Olinda - Pernambuco - Brasil, 28 anos
71 textos (1342 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:21)
iuRy