Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reboliço

Vem cá menino
deixa de ser tolo
a vida é uma troca
compartilhamento
sentimentos
emoções
a cama pode estar coberta de pétalas de rosa
mas a vida, sedenta de amor
do sentimento de amar.

A individualidade
nos separa e fragiliza.
Longe, é um lugar que não existe
já disse o escritor.

Tola, inocente
inexperiente
Romântica ou bocó
Ah tenha dó,
onde vou chegar?
passinhos de Bebê
respiração ofegante
inspirando profundo e lentamente
para aliviar peito e mente
deixe o ar correr ao vento
amando calada, em segredo
não falando mais nada
nem torturando sua gente.

Sua luz interior
alimentará seu calor
apagará a dor
e encontrará novo amor.

Tchau por ora docinho
vou voar desse ninho
que insiste em me
magoar.

Sou feita de liga nobre
mas por demais flexível
a água está subindo
preciso me apressar.

Os momentos se sucedem
daqui a pouco escurece
o que terei pra recordar?
Amores e dores
calores consumidores
e a meiguice desse teu amado olhar!

Sei que nada sei
mas quanto mais procuro
mais quero saber
sou bicho faminta
minha sombra tem quatro patas
de pouco em pouco basta
sou da vida feliz
encontrando beleza
na vida vivida
e por muitos sofrida
insisto em te querer.

Esse reboliço todo
é energia acumulada
que explode nessa madrugada
procurando você!

Drika
Enviado por Drika em 16/05/2006
Reeditado em 16/05/2006
Código do texto: T156940
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Drika
Manaus - Amazonas - Brasil
47 textos (4945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:31)
Drika